sexta-feira, 2 de outubro de 2009

30-10- 2009 O FIM DA “QUATRO”

(Fusão definitiva com a IBS)

Quando eu cheguei (já lá vão alguns anos!)
Para motorista, a Quatro era uma empresa Excelente;
As esperanças vinham comigo à frente
E deixava para trás os desenganos.

Foi-se crescendo com objectivos e planos
Mas governados desmesuradamente;
Dia após dia eu via o fim tão evidente,
Só um milagre é que poderia salvar-nos.

Em lágrimas, hoje eu pergunto a toda a gente:
Porque é que uma empresa tão próspera se desfaz?
E vejo que me acontece, exactamente

O contrário de há dezassete anos atrás:
Os desenganos vão comigo à frente
E as esperanças ficaram para trás.

Sem comentários:

Publicar um comentário