terça-feira, 23 de dezembro de 2014

Versos de Natal (a mensagem poética)



Ó meu Menino Jesus
Ó meu Menino tão belo,
Porque vieste nascer
Na noite do caramelo?

Porque nasceste, ó Menino
Em noite fria de Inverno?
Por livrar os pecadores,
Para os salvar do Inferno.

Ó meu Menino Jesus
Que tendes? Porque chorais?
Deu-me minha Mãe um beijo;
Choro para que me dê mais.



Bem pudera Deus nascer
Num bercinho de oiro fino;
Mas, para dar lição ao Mundo,
Foi nascer num palheirinho.

Entrai, pastores, entrai
Por estas portas abertas,
Vinde ver o Deus Menino,

Trazei-Lhe as vossas ofertas.

Do varão nasceu a vara,
Da vara nasceu a flor,
E da flor nasceu Maria,
De Maria o redentor.



Alegre-se o céu e a terra,
Cantemos com alegria,
Que já nasceu o Menino
Filho da Virgem Maria.

Pastores do monte e prado
Acordai por vosso bem,
Ide já fechar o gado
Pra  ver Jesus em Belém.

Já lá nasceu o Menino
Nas palhinhas de Belém:
Pastores, ide depressa
Ver o Menino e a Mãe.



Entrai, pastores, entrai
Por estes portais adentro,
Vinde adorar o Menino
No seu Santo nascimento.

Meia-noite já é dada,
Vinde todos, adoremos,
Vinde ver o Deus Menino,
Vinde todos e louvemos.

Linda noite a de Natal!
Que noite tão preciosa!
Nasce o Rei celestial,
Fica o Cravo ao pé da Rosa!



Não quis nascer em palácio,
Em rica e dourada cama!
Foi nascer lá em Belém
Na pobrezinha choupana.

Nela comia um boi manso
Mais uma molinha airosa;
Em cima dumas palhinhas,
Nem quis berço cor-de-rosa!

Nobre casa, nobre gente,
Escutai o tempo que é.
Vimos trazer-vos notícia
Que Jesus nascido é!



Não há festas mais alegres
Do que são as do Natal:
Cantam Anjos e Arcanjos,
Cantam todos em geral.

Já chegaram os pastores
Com seu festejo e canto,
A louvar o Deus Menino
Naquele lugar tão Santo.

Guiados por uma estrela
Já chegaram a Belém,
Onde está o Deus Menino
Que é  todo o nosso Bem.



Glória demos a Deus-Pai
E a Deus-Filho também!
Glória ao Espirito-Santo
Para todo o sempre! Amém! 

Sem comentários:

Publicar um comentário