terça-feira, 13 de novembro de 2012

10000 Crianças passam fome em Portugal (C)

APELO SOLIDÁRIO... COM SENSIBILIZAÇÃO POÉTICA

Fiz uma recolha literária e deixo aqui O APELO em forma poética que ao longo de décadas alguns autores eternizaram no papel e apelaram ao coração das gentes guerreiras e solidárias, para que deiam o que poderem e que não lhes faça falta a quem conheçam e estejam a necessitar, ou então deiam nas campanhas de recolha de alimentos e bens, que decorrem ao longo do ano pelas instituições autorizadas e credíveis com o fim de ajudarem e salvar do infortúnio milhares de cidadãos que perderam tudo! 

Dai !...




APELO ESPECIAL... AOS RICOS

Vocês que podem mais, POR FAVOR deiam mais! 
Deiam a quem não tem que comer! 
Não expulsem as pessoas das casas enquanto estas não tiverem como pagar! 
Empreguem mais pessoas nas vossas empresas! 
Olhai que se “isto” for à bancarrota, também vós ficais sem nada! 
Ajudai! 
...E cá no fundo do coração pressinto que Deus também vos ajudará ainda mais!

Há tantos pobres no Porto!



A Vida passa, mas a "Poesia" permanece eterna para sempre!



Sem comentários:

Publicar um comentário