domingo, 10 de novembro de 2013

Falas por S. Martinho



Pipas algas nos barcos do rio,
Estão chegando perto do Porto,
Com gosto num belo desafio:
Beber o vinho e não ficar torto.

Suponho ser puro vinho novo,
Para as boas castanhas regar,
Naquele estômago do Zé Povo,
Que depois ficará a cantar.

Na adega fresquinha pipa rola,
Devagar... queria ir com pressa,
Vazar por sorteio «totobola».

- Vai, que ninguém por melhor te meça,
Enquanto soa tom de viola:
O bom vinho sai, vai e regressa.

Poema de Vasco de Almeida Martins


A TODOS desejo um Bom S. Martinho!

Aquele Abraço


Sem comentários:

Publicar um comentário