sábado, 2 de novembro de 2013

Dia dos Fiéis Defuntos - 2013


O Dia de Finados ou Dia do Mortos, é celebrado pela Igreja Católica no dia 2 de Novembro, que em Portugal denominamos de o “Dia dos Fiéis Defuntos”.
É celebrada em muitos países, e algumas religiões, como a protestante, não reconhece o dia de Finados como uma celebração, pois alegam que a data não vem na Bíblia Sagrada.




Origem de Finados


Há registos que já no século II, os cristãos rezavam pelos seus falecidos, visitando os seus túmulos para lhes rezar, e no século V a Igreja já dedicava um dia do ano para rezar aos mortos e estes serem lembrados.
A partir do século XI a Igreja Católica decretou às comunidades a dedicarem um dia aos seus mortos, ficando estabelecido o dia 2 de Novembro para este fim religioso.
Em Portugal as pessoas geralmente deslocavam-se ao cemitério em especial para homenagear os seus mortos no dia 1 de Novembro – de Todos os Santos - que até ano passado era Feriado Nacional Religioso. Infelizmente este feriado foi retirado do calendário nacional pelo atual governo e quem quiser ir terá mesmo que o fazer no fim-de-semana.

Fiz alguma recolha literária sobre este tema e aqui deixo alguns registos antigos bem interessantes, assim como um poema de António Nobre.






QUANDO CHEGAR A HORA

Quando eu, feliz! Morrer, oiça, Sr. Abade,
Oiça isto que lhe peço:
Mande-me abrir, ali, uma cova à vontade,
Olhe: eu mesmo lha mereço...

O coveiro é podão, fá-las sempre tão baixas...
O cão pode lá ir:
Diga ao moço que tem prática das sachas,
Que ma venha ele abrir.

E o sineiro que, em vez de dobrar a finados,
Que toque a Aleluia!
Não me diga orações, que eu não tenho pecados:
A minha alma é dia!

Poema de António Nobre ( o «Só» )

Aproveito para dar um abraço a todos que perderam familiares e amigos e que sentem a sua falta.

Sem comentários:

Publicar um comentário