terça-feira, 13 de março de 2012

Ditados Populares - MARÇO


- Em Março, tanto durmo como faço.
- Sol de Março, queima a dama no paço.
- Água de Março, pior é que nódoa no pano.
- Março, marcegão, pela manhã rosto de cão e à tarde de bom Verão.
- Quando troveja em Março, aparelha os cubos e o baraço.
- Vai-te aos cubos do moinho,
Teu braço a novos proveja,
Quando por Março troveja.
- Quem poda em Março, vindima no regaço.
- Podar em Março é ser madraço.
- Temporã é a castanha que por Março arreganha.
- Se queres bom cabaço, semeia em Março.
- O grão em Março, nem na terra nem no saco.
- Páscoa em Março, ou fome ou mortaço.
- Quando Março dá de rabo,
Nem ovelha com chocalho,
Nem pastor açamarrado.
- Em Março, queimou a velha o maço;
Em Abril, queimou a velha o carro e o carril;
E uma cama que lhe ficou,
Em Maio a queimou;
E ainda lhe ficou como um punho,
Que acabou em Junho;
- Se não chover entre Março e Abril,
Venderá el-rei o carro e o carril.
- Se o cuco não vem entre Março e Abril,
Ou o cuco é morto ou está p'ra vir.
- No tempo do cuco, chove de manhã, de tarde está enxuto.
- Março ventoso,
Abril chovoso,
Maio amoroso,
Fazem o ano formoso.
- Quando Março sái ventoso, o Abril sai-nos chuvoso.
- Nas tardes de Março recolhe o teu gado.
- Em Março, merenda e pedaço,
Em Abril, merenda e merendil.
- Sol de Março, pega como pegamaço,
E fere como maço!

( Recolha Literária Popular )

Sem comentários:

Publicar um comentário