segunda-feira, 25 de abril de 2016

"Cada 25 de Abril é um regresso e um novo ponto de partida"


Foi esta frase proferida pelo poeta Manuel Alegre que "alertou" o meu pensamento para este dia de comemoração da Liberdade que vivemos em Portugal, agora já no ano de 2016.


PRÉMIO "VIDA LITERÁRIA"

Na 13ª Edição, Manuel Alegre, recebeu do Presidente da República Marcelo Rebelo de Sousa, o prémio Vida Literária, 2015/2016, atribuído pela Associação Portuguesa de Escritores e patrocinado pela CGD.


Um dos seus emblemáticos livros de poesia que possuo é «DOZE NAUS» e como reconhecimento da minha admiração pela sua poesia, aqui fica um impressionante poema escrito em 10-07-2006:


«UMA BALA PASSOU»

Agora sei que sou eu próprio a ilha

Com todos em confronto ou só comigo

A minha vida é sempre esta guerrilha

Dá-me Senhor a paz que não consigo.


Já nenhuma palavra me conforta

Ou talvez não encontre a que me abra

Ao fim de cada porta a outra porta

Onde está noite ou luz essa palavra.


Uma bala passou como assobio

Numa batalha há muito já esquecida

Tudo é esse instante e esse arrepio

Entre a paz e a guerra a morte e a vida.


Uma bala passou não o confronto

Que dia a dia travo a sós comigo.

Não sei se há um sentido: eu não encontro.

Dá-me Senhor a paz que não consigo!

Manuel Alegre


Recorde-se que nas doze edições anteriores do Prémio Vida Literária da APE, foram distinguidos Miguel Torga, José Saramago, Sophia de Mello Breyner Andresen, Óscar Lopes, José Cardoso Pires, Eugénio de Andrade, Urbano Tavares Rodrigues, Mário Cesariny de Vasconcelos, Vítor Aguiar e Silva, Maria Helena da Rocha Pereira, João Rui de Sousa e Maria Velho da Costa.

Por fim, ou melhor, continuando a partilhar a minha opinião convosco, deixo este pensamento para a nossa Vida:

«O maior inimigo da VERDADE não é a mentira, é a hipocrisia!

A LIBERDADE não é um fim, é um meio!»

José da Gama e Castro

Aquele Abraço

Sem comentários:

Publicar um comentário